• Frenzy Media Studio

Sabemos todos escrever?


A escrita é, sem dúvida, uma ferramenta única e relevante na publicidade ou marketing

de qualquer produto, serviço ou empresa.


Se não vejamos: quando se apresenta a um cliente, faz questão de ter o cabelo penteado, sem grande olheiras, sono ou ainda vestido de uma forma impecável, correcto?

Com a escrita é igual.

Podemos considerar cada palavra como a face de apresentação de um produto ou serviço , no entanto tal não é só aparência, vai muito para além disso.

Cada cliente, chefe ou colega de trabalho, ao ver uma palavra mal escrita - quer seja esta um erro ortográfico ou uma gralha - ou até uma ideia mal explanada, falta de coerência ou coesão, tende a encarar o autor como desleixado e, no marketing isto é significado de pouco profissionalismo.

A verdade é que a escrita pode tanto significar amadorismo - caso esta seja descuidada - como, por outro lado, poderá até atrair potenciais negócios.

Todos nós conhecemos o repetido discurso político, a complicada linguagem bancária,

ou até mesmo o discurso futebolístico - cada um com o seu significado, cada um com

o seu público.

Nada disto é ao acaso. Cada área tem a sua própria gíria e, a nível de marketing e publicidade, cada texto - obrigatoriamente - deverá reflectir a preocupação de ir de encontro a cada linguagem, a cada público-alvo. Não é apenas necessário escrever bem, é imperativo conhecer a quem nos dirigimos.

Porém, existe outro elemento que é transversal a diversos exemplos: a estratégia.


Se atentarmos aos exemplos supracitados, poderá ser incompreensível a razão pela qual o discurso bancário/económico é, aparentemente, tão complicado. Afinal um Banco deverá estar ao acesso de todos, correcto? - Exactamente, porém esta linguagem não é apenas pensada para ser compreensível, a sua estratégia é caracterizada pela preocupação em demonstrar um tom sério, coerente, de confiança e, desta forma, a linguagem é extremamente cuidada e munida de diversos termos que nem sempre compreendemos, O ideal é pensarmos que “eles é devem compreender” - sinal que a estratégia foi bem definida. O discurso bancário é quase como o fato e gravata da pessoa que o atende numa entidade, a mensagem é intencionalmente a de seriedade.


No marketing e publicidade, tal é semelhante.

Cada marca, cada produto, antes de ser vendido deverá ser, antecipadamente, sujeito a um desenvolvimento de uma estratégia onde a palavra tem um papel fundamental. Primeiramente, esta preocupação reflectir-se-á na própria designação da entidade, produto ou serviço; posteriormente será compreendida na eventual existência de um slogan; mais tarde, o texto será fundamental quando pensarmos em publicidade gráfica - como outdoors, mupis, flyers - ou no ambiente digital - através de campanhas ou publicações em redes sociais, por exemplo.


No entanto, se nos focarmos na comunicação digital, existem diversas nuances relacionadas com o texto, que podem afectar, modificar ou emancipar um negócio.


Quando alguém faz uma pesquisa ou procura um site, o conteúdo é "rei", visto que os resultados apresentados dependerem do termos pesquisado. Termo esse que poderá estar incluído num texto de website, num título ou até nos tão actuais hashtags - que mais não são que separadores, ou âncoras que facilitam a procura de dado conteúdo.

Na pesquisa, a palavra é fundamental, no entanto não é o apenas nesta fase. Quando um conteúdo é seleccionado, a escrita é relevante também na capacidade de “prender” o leitor. A intenção de um texto deverá ser passar dada mensagem e esta só estará completa com o fim do texto.

Copywriter, por definição, é a profissão de quem desenvolve este tipo de conteúdos escritos e várias são as técnicas que poderá utilizar tanto em material físico como conteúdo digital. Termos como o SEO, hashtags, slogans, campanhas, inbound, (…), são recorrentes quando abordamos o conteúdo escrito publicitário e tais - juntamente com muitos outros - são fundamentais para dar a conhecer um produto, serviço ou entidade.

Se todos sabemos escrever? Nesta área, definitivamente não.


#socialmedia #copy #marketingdigital #comunicacaodigital #digitalcommunication #frenzymediastudio #communication #dicasdeblog #copywriter #seo #escrita #conteudo

50 visualizações0 comentário